Meus Seguidores

sexta-feira, outubro 28, 2011

Desabafo



Querido diário, hoje eu tô sozinha. Aliás, hoje, ontem, e suponho que amanhã também. Não aceito conselho nenhum de que o sol vai amanhecer, de que uma pessoa especial vai aparecer, que um dia a bela princesa de várias faces vai beijar um sapo, ele virará príncipe e que serão felizes para sempre. Eu leio essa história desde criancinha, eu acredito no amor desde criancinha, e nunca vi acontecer. Pelo menos, comigo não. Eu tô sozinha, eu fui sozinha, eu sou sozinha, minha vida inteira foi olhar para os casais ao lado e perguntar quando a minha hora vai acontecer, a minha vida inteira foi sempre receber rejeição de quem eu amei, me apaixonei ou gostei. Eu nunca fui retribuída por ninguém. Ninguém.

E não falo de retribuição de pessoas em geral, pode ser também, mas o que me faz falta mesmo hoje é uma pessoa para amar. A minha família eu não tenho do que reclamar. Amigos... hum, eu já senti muita falta, e de tanto sentir, acabei me acostumando, e acordei para enxergar que aqueles que eu chamei de amigos, lêem meu blog, sabem que eu tô mal e não tem coragem de dar um telefonema ou mandar alguma mensagem com alguma palavra de consolo; aqueles que eu chamei de amigos nem se lembraram de mim no dia do meu aniversário; se afastaram de mim sem motivo nenhum; contaram para outros o segredo do blog, mentiram pra mim e ainda depois de perdoado, sumiu, e não adianta colocar culpa no trabalho ou nos estudos, que orkut, telefone, e-mail ta aí pra todo mundo se comunicar. Eu acordei e parei de sentir falta dessas pessoas, afinal, eu só tenho uma amiga, e mesmo assim, não sei até quando, porque eu já tive amigos para sempre que no dia seguinte deixaram de ser meus amigos. Nada dura para sempre.

E quanto ao loiro do hospital, eu nunca fui a hospital nenhum, aliás, fui sim, mas não conheci ninguém interessante, que fizesse diferença nessa solidão que eu sinto hoje. Aquele que me tratou mal na última vez que fui pra cama, eu não o conheço, ou melhor, eu nunca conheci. Foi um engano, uma ilusão, uma miragem, que passou, é passado, e não vem ao caso.

Surpresa foi ver que muitas pessoas defendem o cara que me maltratou no post anterior, surpresa é ver que pessoas como ele têm mais valor nesse mundo sem pudor. É claro que por tudo que aconteceu, a culpa é minha, fui eu quem fui buscar esse diabo no inferno pra fazer parte da minha realidade; fui eu que mesmo vendo que ele não estava na mesma sintonia, insisti para conquistá-lo; fui eu, que quando ele saiu da minha vida sem motivo nenhum, fui correndo inventando motivos para ele voltar; a culpa é minha sim, as pessoas só fazem com a gente aquilo que a gente permite, eu me submeti ao que passei. Mas nessa história toda, ele não deveria ser defendido, que mundo machista é esse em que vivemos, só porque uma mulher não se valoriza, vamos logo pra o popular, porque uma mulher é fácil, homem nenhum tem o direito de maltratar. Seja quem for que você estiver levando pra cama, você tem a obrigação de tratar bem, afinal, se você tá levando para cama é para a sua utilização e você tem que zelar. Já dizia o poeta, “trate bem o seu amor, seja ele quem for”, seja a mulher dos seus sonhos, ou uma biscate que você catou na rua, se você transa com ela, é porque algum valor ela tem pra você e você tem a obrigação de tratá-la bem. Trate bem seu amor, seja ele quem for, seja de uma hora, de uma noite, de uma vida inteira, não maltrate.

Fui eu sim que transformei o sapo em príncipe sem ele pedir, mas alguém aí amou outra pessoa porque ela pediu? Se alguém já fez isso, não amou, e nem sabe o que é o amor. Um dia eu escreverei um post falando o que é amor, e digo mais o que eu senti pelo sapo não foi amor, não sei se é amor, só o tempo vai dizer. E espero que o tempo grite que não, que foi só uma paixão.

E quem falou que eu iria procurá-lo de novo acertou. Tô morrendo de vontade de ir pra cama com ele de novo. Podem chamar isso de falta de amor próprio, falta de vergonha na cara, se humilhar ou seja lá o que for, mas eu preciso dele como eu preciso de água para beber e de comida pra comer, o corpo pede. Hoje se eu quisesse eu poderia escolher entre ficar com dois caras e com uma menina, mas escolhi ficar sem ninguém, porque a minha vontade é ele, a minha falta é dele. Eu não sei o que se chama isso, se é amor, se é falta de amor, mas eu quero intensamente aquilo que não posso ter e quando passo a ter pra mim perde a graça, como eu nunca tive Miguel em minhas mãos, fico ouriçadíssima. Porém, me seguro, tento não falar sobre ele, não pensar nele, não procurar ele, porque sei o que me espera, porque eu penso nele com carinho 24h por dia e ele me olha com olhar de desprezo ou de desdém, eu não mereço isso.

E quanto ao falar que todos os homens são iguais, gente, pra mim isso não existe, os homens não são iguais, eles são educados para não prestar. Desde criança os pais do menino falam que o filhão vai ser pegador, entre as amizades um amigo e outro sempre fala de mulher querendo tirar vantagem, mas nem todo homem é cafajeste, homem também ama, homem se apaixona e fica abobalhado igual a mulher, agora é lógico, homem não foi formado pra isso, por isso a maior parte não aparenta ou pelo menos tenta não aparentar. Eu falo que nunca fui amada, PORÉM, por quem eu amei. Eu já fui muito amada, sonhada, idolatrada, por homens que certamente nunca iriam me enganar, me trair ou me fazer sofrer. PORÉM, eu nunca gostei deles e ponto final.

Azarada no amor, eu sou sim, vey, eu conheço pessoas da minha idade que namoram há muito tempo, que tiveram a sorte de encontrar um amor de verdade cedo, dizem que alguns demoram mais que outros pra andar, pra falar, mas acho que tem uma idade média, afinal, se uma pessoa aprende a falar aos 10 anos, ela tem algum problema, eu tenho 18 anos nunca tive namorado e nunca dei um beijo com amor. Se isso não é ser azarada, cara, eu não sei do que se chama.

Esse texto foi apenas uma tentativa de desabafar, porque eu vivo nesse aperto, nesse apuro, nessa solidão e desgaste por muito tempo. Eu não tô falando de meses, eu tô falando de anos, porém, esse ano tá muito gritante. Porque eu cheguei a um ponto que a vida amorosa fracassada tá atrapalhando meus estudos, eu não sou mais a mesma pessoa determinada de antes, hoje sim, os amores atrapalham os meus estudos. Eu cheguei ao ponto da necessidade de transar e não ter ninguém especial pra tirar minha virgindade. A vida amorosa uma desgraça, o fracasso nos estudos e a carência sexual me fazem ficar frustrada, triste, e nem sei por onde recomeçar. Se no meu caso, existe um recomeçar. O desamor e desvalor que eu tenho recebido dos homens me faz sentir a pior mulher do mundo, às vezes me faz pensar que eu mesma não mereço carinho. O fracasso nos estudos às vezes eu nem chego a acreditar, penso que é um pesadelo, eu não me reconheço mais, cara, hoje tudo pra mim é imprevisível, eu não tenho responsabilidade com horário, com compromisso, com as minhas metas, os meus planos fogem de mim numa velocidade sem tamanho, o tempo corre e não me dá tempo de fazer nada. Dói olhar para os lados ver todo mundo trepando e você no zero a zero e com vontade de ser penetrada, você se ver bonita, com um coração bom, sincera, e mesmo assim não receber valor de quem você queria receber. É uma barra, cara, e esse texto é só uma tentativa de desabafar.

8 comentários:

  1. Vamos começar o movimento fora Miguel.
    Pelos relatos antes trazidos por sua pessoa a este blog, ou você relaxa e usa ele como ele tem te usado, ou larga o sacripanta de lado. Não adianta tentar alguém sentir com o coração se é só o corpo que pensa.
    E não se preocupe com sua vida amorosa. Quanto mais preocupação, mais expectativa, e mais frustração.
    Dicas de sabedoria ogras. Grátis!
    Beijogro

    ResponderExcluir
  2. Garota fiquei perplexo com o seu post. A sinceridade nele é gritante. Em relação ao AMOR não posso falar nada, pois sou um desastre nesse assunto. Sempre amei quem não me ama! Em relação as suas amizades posso te dizer que existem no mundo algumas pessoas que prezam a amizade sincera sem querer nada em troca. Não sou o melhor amigo do mundo, mas posso ser um cara amigo na sua vida!
    Se quiser tirara a prova: ORKUT: Edinaldo - o historiador
    FACEBOOK: Cicero Edinaldo.
    ps: obrigado pelo carinho com o blogestarcomvoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. ola tudo bem? eu gostei do seu blogger. Visite o meu blog coisa legal, tem emoticons, texto de amor, frases, texto colorido para orkut, ascii de desenhos, template blog, curso árabe grátis, curso de coreano, nome japonês, etc...

    Espero que você seja meu seguidor no blog, tem bastante coisa legal.

    http://www.legal2345.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi gatinha, na sua postagem anterior nao vi niguem defendendo esse idiota do seu eterno amor, o Miguel, vi pessoas, inclusive eu, lhe culpando pela aquela situação, não fomos machistas, pelo contrario, esse cara é um idiota tipo A, com marca na testa e tudo, mas a culpada é vc por querer um homem que te tratar daquele jeito, um homem que nao te respeita que nao te deseja. E isso que vc vem sentido por ele parece mais obsessao, amor nao é assim, amor agente consegue dar um basta quando realmente quer (quem sou eu pra dizer isso, vide o que eu to passando)mas minha cara menina a vida é assim, agente tem que escolher nossas prioridades, temos que fazer escolhas que muitos nao irão nos apoiar que as pessoas irao nos achar idiotas pelos caminhos que tomamos, mas é nossa vida. Concordo com vc que nem todo homem é cafajeste, tem uma maioria consideravel que nao presta, mais tem muitos que se salvam, que tem carater e respeito pelas mulheres, mais fomos educados para nao prestar, mas houve salvação para alguns, inclusive eu, será?
    Um Abraço gatinha e cuide-se nao deixe niguem te por embaixo, nem vc mesmo, vc é maior e melhor do que os outros.


    http://paulosergioembuscadotempoperdido.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. A garota tem várias faces para poder se expressar de várias formas, acho.

    Inclusive por meio de caretas.

    ResponderExcluir
  6. Garota teimosa...
    Desejo de todo coração: proteja-se de você mesma!
    Você é sua maior ameaça. Você não parece querer ser feliz, pois só corre atrás do que te faz mal. Por que tanto imediatismo? Por que corre tanto se, é sem atenção que decidimos pelas opções erradas? Acalme-se, concentre-se, foque-se. Você tem -sei lá- 18 anos... Que aflição desnecessária...
    O homem de verdade consegue ver uma flor até mesmo numa puta, mas pouquíssimos são os homens de verdade. Você está exigindo que o cara -pelo qual você tem obsessão e que não lhe ama- te respeite como se te amasse... Isso é incoerência!
    Como o amigo disse, isso não é amor. É doença.
    Beijo grande.
    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  7. Não adianta mais avisar a vc q se vc não se valorizar, quem perde é vc. Por isso que seus amigos se afastam de vc!

    ResponderExcluir
  8. Olá querida, sou Andreza do Blog http://mulheresqueamamerrado.blogspot.com gostaria mto de te conhcer...
    Pode add meu msn?
    andcsilva@hotmail.com

    Bjinhos...

    ResponderExcluir

Eu retribuo comentários BONS, se você comentar porcaria aqui, eu comento porcaria no seu blog também. Deixem o link para eu poder retribuir. Beijo a todos, e expressem sua opinião sem receios.